07 dezembro 2015

Gabinete de Atendimento Psicológico (GAPsi)

Tornou-se pertinente a criação deste projeto por não existir um serviço de Psicologia comunitário capaz de promover a saúde mental. A fomentação desta iniciativa aponta o desenvolvimento, a integração social e a melhoria das condições de vida das pessoas em processo ou situação de desfavorecimento social.

Tornou-se pertinente a criação deste projeto por não existir um serviço de Psicologia comunitário capaz de promover a saúde mental. A fomentação desta iniciativa aponta o desenvolvimento, a integração social e a melhoria das condições de vida das pessoas em processo ou situação de desfavorecimento social.

O Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico tem o intuito de colmatar as dificuldades sentidas pelas escolas e instituições do Município de Mourão, de forma a intervir eficazmente nas problemáticas psicossociais.

 Neste sentido, o GAPsi está inserido numa perspetiva de intervenção social, onde o acompanhamento psicológico é o principal foco de trabalho. Para além de se manter sempre atento às necessidades comunitárias, este pretende ser um espaço de atendimento, aconselhamento, acompanhamento e encaminhamento psicológico, destinado às crianças, adolescentes e suas famílias.

O papel e as funções do Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico
O Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico (GAPsi) pretende ser uma mais-valia, quer do ponto de vista do acompanhamento social e psicológico, quer no que diz respeito à promoção e desenvolvimento de competências pessoais e sociais que permitam às crianças e jovens prevenir comportamentos de risco geradores de situações de delinquências e exclusão social, bem como acompanhar e/ou encaminhar adultos e famílias em situação de vulnerabilidade psicossocial.

Através do GAPsi será possível fornecer à população serviços fundamentais que visam uma maior saúde mental, uma melhor cidadania, uma maior competência individual, social e comunitária, promovendo consequentemente uma maior qualidade de vida.

De modo a sintetizar as valências do trabalho do Gabinete podemos dividir o acompanhamento psicológico em quatro áreas de intervenção:

  • Psicologia Comunitária
Além de ser um espaço de atendimento, aconselhamento, acompanhamento e encaminhamento psicológico, este gabinete visa também, numa vertente mais comunitária, dar resposta à necessidade de uma intervenção psicológica junto de grupos de crianças e jovens em risco e desvantagem social, com o intuito de proporcionar mudanças comportamentais, psicossociais e emocionais.

  • Psicologia Juvenil
Pretende-se contribuir para o bem-estar dos/as jovens, mais concretamente nos domínios psicológico, social, académico e familiar, onde o apoio psicológico passe por intervir em perturbações emocionais e do comportamento, em dificuldades de aprendizagem, problemas de adaptação escolar e no relacionamento familiar.

  • Psicologia Educacional
Realizar, sempre que necessário, o acompanhamento psicológico dos/as alunos/as que necessitem de uma avaliação e intervenção na aprendizagem ou em problemas emocionais e/ou comportamentais. Assim, o objetivo passa por promover uma maior integração escolar de alunos/as, professores e assistentes operacionais.

  • Formações
Desenvolvimento de tertúlias e atividades de (in) formação e sensibilização nas áreas da educação, violência, comportamentos de risco e promoção de uma maior cidadania.

O esquema seguinte ilustra de forma sintetizada quais são as principais funções do GAPsi:

quadro.jpg

 Acompanhamento Psicopedagógico e Orientação Vocacional
O trabalho passa por colaborar, sempre que necessário, com as escolas na intervenção psicológica e pedagógica em crianças e jovens que carecem de dificuldades na aprendizagem escolar e/ou que tenham dificuldades de carácter emocional ou comportamental.

Outro grande objetivo da intervenção passa por auxiliar os/as alunos/as na sua decisão vocacional, realizando sessões de orientação profissional sempre que assim se justificar. Esta orientação também pode ser realizada em colaboração com o GIP a indivíduos/as desempregados/as ou à procura do primeiro emprego.

Mediação com entidades socioeducativas
Permitir um apoio psicológico às crianças e jovens que frequentam as entidades, promovendo o ajustamento psicológico. 
Ajudar a desenvolver, sempre que possível, os projetos existentes, com o intuito de dar resposta às necessidades da comunidade de Mourão e contribuir para o seu bem-estar nos mais diversos domínios.

Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico 
Espaço para a comunidade de carater psicológico, educativo e psicopedagógico
Espaço de atendimento, aconselhamento, acompanhamento e encaminhamento psicológico, destinado à comunidade de Mourão e àqueles/as que são encaminhados/as por um parceiro social.
Assim, tal como foi dito anteriormente, isto permitirá colmatar as dificuldades das escolas e instituições da vila e do concelho.

Implementação e desenvolvimento de atividades pedagógicas
Criar um conjunto de tertúlias e desenvolver atividades de (in) formação sobre temáticas relevantes para uma maior educação e cidadania.


População Alvo
Este Gabinete destina-se sobretudo a:
  • Crianças e adolescentes;
  • Encarregados/as de educação, pais/mães/familiares das crianças sinalizadas;
  • Crianças, adolescentes e famílias sinalizadas pelas entidades parceiras;

No entanto, é importante referir que o Gabinete estará disponível para todos/as os/as indivíduos/as que não cumpram estes requisitos, mediante a observação e a avaliação de cada caso será ponderada a possibilidade de acompanhamento psicológico.

Objetivos
Os seguintes tópicos ilustram os principais objetivos do Gabinete:
  • Contribuir para a promoção do ajustamento psicológico dos/as jovens e pais/mães, visando a sua plena integração e o estabelecimento de relações saudáveis;
  • Desenvolver com as famílias, docentes e não docentes ações ajustadas que requerem estratégias definidas para os/as jovens sinalizados/as;
  • Contribuir para a melhoria das condições psicossociais da população do Município;
  • Promover e desenvolver atividades de carácter psicopedagógico;
  • Realizar acompanhamento e avaliação no âmbito da Orientação vocacional de crianças, adolescentes e adultos;
  • Sessões de esclarecimento sobre a doença/saúde mental (demências, violência doméstica, perturbações de memória, autismo, hiperatividade, défice de atenção, perturbação de oposição, bullying, ansiedade, stress, etc…)
  • Contribuir para uma maior proximidade entre todos os parceiros sociais do Município;
  • Desenvolvimento e acompanhamento de projetos de ação comunitária, criação de estratégias de prevenção de situações de risco e promoção da qualidade de vida, no âmbito por exemplo: da educação, formação, emprego, saúde, (re) inserção social e familiar;
  • Intervenção em casos de emergência social.


Eixos de Intervenção
  • Atendimento e acompanhamento Psicológico;
  • Avaliação psicológica;
  • Programas/Projetos;
  • Formação;
  • Outras áreas/atividades.

Princípios
A intervenção desenvolvida junto dos agregados familiares em acompanhamento é orientada pelos seguintes princípios:

  • Consentimento informado;
  • Intervenção mínima;
  • Valorização das potencialidades/ empoderamento;
  • Autonomia e responsabilização.

Horário e contactos
O horário de funcionamento do Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico é:
  • Manhã: 09h00m - 13h00m
  • Tarde:  14h00m - 18h00m​
Este horário poderá estender-se, nos casos em que não seja possível a realização do acompanhamento dentro do mesmo. As sessões serão efetuadas nas instalações da entidade que sinalizou e requereu o apoio psicológico ou nas instalações do GAPsi.

Os contactos do Gabinete de Atendimento e Acompanhamento Psicológico são os seguintes:
  • Tlf: 
  • Email: ainescfreitas@gmail.com / ines.freitas@cm-mourao.pt 
  • Morada: Antiga Escola C+S de Mourão 1ºpiso sala nº11

​​​​